Corporativo - Edifício empresarial

Centro Corporativo Luanda

Localização:  Luanda Sul, Angola – 2014

Status: Anteprojeto

Arquiteto(s): Múcio Jucá; Renato Leão

Fotos: Renato Leão

Sobre o projeto:

Edifício Corporativo, localizado em terreno de 4200 m² localizado em Luanda Sul. O projeto está concebido em 8 pavimentos com lâmina funcional de 860m², que permite múltiplas alternativas de layout. A lâmina permite funcionamento em plano livre, ou ser subdividida em até 6 salas de dimensões de 88m² à 192 m², todas com opção de banheiros privativos.

Circulação e serviços

A circulação vertical e a baterias de banheiros coletivos se concentram no lado poente, da insolação e facilitando a distribuição dos sistemas elétricos, hidráulicos, combate a incêndio e de telemática através de shafts. Em cada pavimento desta prumada a laje externa será prolongada para o exterior com finalidade de anteparo ao sol e para apoio ao sistema split de ar-condicionado, caso necessário.

Acessos 

Três opções de acesso são oferecidas: O acesso de pedestres conduz o visitante desde a calçada através de  uma rampa ao nível +1.5m  dando acesso à galeria comercial e à recepção do empresarial. A galeria comercial está disposta perpendicularmente à rua, com 4 lojas voltadas para o acesso de pedestres e que visam promover o conceito de uso misto, tão importante na dinâmica urbana das cidades. A galeria comercial, a rampa de acesso principal e a recepção do empresarial se integram ao terreno através de tratamento paisagístico. Os demais acessos, para veículos, conduzem a dois estacionamentos distintos, sendo um semi enterrado com 90 vagas cobertas e outro com 34 vagas, ao ar livre, ambos com acesso direto ao empresarial. O acesso do estacionamento inferior se dá por elevadores, enquanto o estacionamento externo tem acesso em nível à recepção do empresarial.

Fachadas

As fachadas são tratadas com amplos panos de vidro, que permitem amplas vistas da cidade em direções diversas e “brises-soleils” horizontais e verticais, que visam criar sombras, principalmente na fachada nascente, como um recurso de tratamento volumétrico do edifício. A fachada poente, anteriormente citada, é protegida por brises pivotantes e pelo prolongamento das lajes, que compõem com o volume da circulação vertical, revestido em azulejos.

Scroll to Top

Entre Em Contato

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.